6 Sinais De Que Você Pode Ter Problemas Com Bebida

Em uma sociedade que encara a embriaguez como algo aceitável e até mesmo divertido, problemas com bebida se tornam mais frequentes. Não por acaso muitos cometem excessos, pedem desculpas e logo repetem os mesmos erros por causa do consumo exagerado de álcool.

Em termos gerais, alguns sinais de alcoolismo se manifestam ainda na juventude. Porém, ninguém está 100% a salvo de desenvolver um quadro de dependência ao longo de toda a vida.

As pessoas procuram culpar as suas frustrações pelos problemas que, na realidade, estão sendo desencadeados pela relação obsessiva com o álcool. Por isso, é fundamental refletir sobre o assunto, de preferência quando estiver completamente sóbrio(a).

Veja a seguir 6 sinais que devem despertar a sua atenção. Embora não sejam os únicos, eles podem demonstrar que você tem problemas com bebida.

1. A bebida é o centro das suas atenções em eventos sociais

Há diferentes perfis de alcoólatras, inclusive de indivíduos que preferem beber sozinhos ou às escondidas. Contudo, os comportamentos em eventos sociais são excelentes indicativos de que o álcool está se transformando no centro das suas atenções.

Procure identificar se a bebida é a principal razão para você frequentar eventos. Também observe a quantia de álcool ingerida com o pretexto de se divertir.

2. Você sofre consequências dos problemas com bebida no cotidiano

Uma das premissas básicas dos grupos de apoio contra o alcoolismo é que coisas ruins não acontecem toda vez que você bebe. Mas, sempre que alguma coisa ruim acontece, há bebidas envolvidas.

Comece a encarar os problemas com bebida de maneira sistêmica e não somente isolada. O álcool reduz a capacidade cognitiva e aumenta a desinibição, formando uma combinação extremamente imprudente.

3. As suas ressacas são muito intensas

As ressacas tendem a se tornar mais graves que o normal quando o dependente de álcool acorda depois da bebedeira. Isso porque não se trata de uma mera ressaca, mas sim de uma crise de abstinência que aumenta de proporção à medida que o alcoolismo avança.

4. Você cria pretextos para manter o hábito de beber

O estado de negação faz com que o alcoolista racionalize o vício e se negue a encará-lo como uma doença. Por isso, cria pretextos para continuar bebendo mesmo depois de receber advertências de pessoas próximas.

5. As quantidades de bebida consumidas são cada vez maiores

O corpo de adapta e adquire tolerância à diversas substâncias. Com as bebidas alcoólicas não poderia ser diferente.

O viciado vai aumentando as doses ingeridas para obter os mesmos efeitos. Todavia, os impactos no organismo atingem graus mais elevados. Pouco a pouco a tolerância se torna extremamente alta e observa-se a incapacidade de parar de beber sem uma ajuda profissional.

6. Você apresenta danos físicos e comportamentais pelo excesso de álcool

Por fim, vale ressaltar que mudanças na aparência física também são sinais de problemas com bebida. O dependente tende a ficar mais inchado e ganhar peso.

 

Se você identifica alguns desses sinais, não hesite em procurar pelo suporte de uma boa clínica terapêutica de desintoxicação alcoólica. A Clínica Reconduzir é referência nesse ramo.

Leave a reply