Alcoolismo no Brasil: aspectos culturais e fatores de risco

A Organização Mundial da Saúde alerta para os dados que demonstram que o brasileiro está muito mais propenso a desenvolver transtornos com dependência por bebidas alcoólicas. Aspectos socioculturais estão entre as causas dos índices elevados de alcoolismo no Brasil.

O levantamento divulgado pela OMS demonstra que o aumento dos casos de problemas com bebida subiram pelos menos 43,5% em 10 anos (2006-2016). E o pior: o alcoolismo na juventude é o que mais assusta.

As médias detectadas são maiores do que de outras partes do mundo. Enquanto o consumo mundial é de 6,4 litros de álcool puro por ano, no Brasil essa quantia salta para quase 9 litros.

Logo a seguir, vamos debater alguns dos fatores que contribuem para tal situação. Fique de olho e informe-se sobre o alcoolismo no Brasil.

Aspectos culturais do alcoolismo no Brasil

A dependência etílica é um problema que não se restringe ao nosso país. São mais de 3 milhões de óbitos todos os anos como resultado (direto ou indireto) do alcoolismo no mundo.

Todavia, as nossas características culturais podem representar um estopim para desencadear a doença. Infelizmente, o hábito de inserir bebidas alcoólicas na maior parte dos evento sociais é um agravante. Muito consideram aceitável a embriaguez em festas familiares, encontros comemorativos e até mesmo em eventos corporativos.

Alguns dos nossos festejos nacionais e regionais também aumentam o consumo de álcool em determinadas épocas do ano. Um dos maiores exemplos é o Carnaval e as festas juninas, que em sua origem são comemorações religiosas.

A nossa bebida típica é a caipirinha, altamente alcoólica. Ela faz parte do nosso cartão de visitas para o turismo estrangeiro. Enfim, o que não faltam são exemplos de como temos uma visão distorcida sobre a gravidade do alcoolismo.

Especialmente entre os homens, banaliza-se as situações de “bebedeira”. Há quem faça graça das circunstâncias e mantenha um tom despreocupado diante dos exageros cometidos quando se está embriagado.

Assim, alimentamos um ciclo vicioso. Muitos jovens aprendem a partir do exemplo dos mais velhos e chegam a aprender a beber em casa.

Fatores que contribuem com o alcoolismo no país

Alguns fatores podem ser elencados entre os maiores responsáveis pelo alcoolismo no Brasil:

  • Facilidade de aquisição e/ou acesso à bebidas;
  • Glamourização do consumo de drinks alcoólicos;
  • Fusão da ideia de diversão e lazer com o álcool;
  • Contato muito precoce dos jovens com a bebida;
  • Histórico familiar de dependência ou abuso de ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Problema de ordem mental (depressão, ansiedade, entre outros) menosprezados e/ou mal resolvidos;
  • Falta de punição para crimes cometidos sob o efeito da bebida, especialmente de violência doméstica ou no trânsito.

Ainda que o termo ‘epidemia’ seja melhor empregado para contextos de doenças transmissíveis infecciosas que colocam toda a sociedade em risco, o alcoolismo no Brasil também é um problema de saúde pública que se compara a esse tipo de situação.

Se você ou alguém próximo está enfrentando problemas com a bebida, tome a iniciativa e contate uma clínica especializada para a recuperação.

Contato: Clínicas Prime.

Leave a reply