Atividades Recreativas Para Dependentes Em Álcool

O CISA – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – alerta que o alcoolismo é uma doença multifatorial e crônica. Embora não tenha cura definitiva, essa enfermidade pode ser controlada e as atividades recreativas para dependentes em álcool são estratégicas nesse contexto.

Por se tratar de uma doença psiquiátrica que afeta não somente o indivíduo, mas também a família e a sociedade em geral, toda intervenção pautada por comprovações científicas é bem vinda no processo de recuperação. E o que não faltam são estudos que demonstram o poder das terapias ocupacionais e atividades recreativas para que o paciente seja reabilitado.

Ao longo deste artigo, você encontrará exemplos de tarefas realizadas em centros de recuperação especializados para dependentes alcoólicos e químicos. Também conhecerá quais são os profissionais envolvidos nesse processo.

Atividades terapêuticas e recreativas para recuperação de alcoólatras

Antes de mais nada, vale ressaltar o porquê de as atividades recreativas para dependentes em álcool se apresentarem como opções tão eficientes. Esses momentos ajudam na recuperação integral do paciente e podem ser realizadas tanto na modalidade individual como em grupos.

Entre as razões que colocam as atividades recreativas entre as mais indicadas nas terapias de reabilitação estão justamente o interesse e o grau de envolvimento dos indivíduos. Por se tratar de momentos onde as áreas emocionais, espirituais, físicas e psicológicas são trabalhadas, eles tendem a se envolver com mais motivação.

Isso não tira a importância dos procedimentos clínicos. Mas destaca como uma terapia sistêmica bem embasada em uma metodologia comprovada é capaz de surtir efeitos na vida dos dependentes de bebidas alcoólicas.

Para o sucesso da técnica, é fundamental que uma equipe multidisciplinar esteja envolvida desde o projeto até a execução das atividades. Além disso, o grau de dependência e as particularidades de cada sujeito devem ser considerados para que o atendimento seja o mais personalizado possível.

Exemplos de atividades recreativas para dependentes em álcool

A recuperação de pacientes em centros de internação de qualidade envolve diferentes atividades recreativas para dependentes em álcool. Confira algumas delas logo a seguir:

  • Grafo terapia: é indicada para a correção de transtornos psíquicos e ajuda a reconstruir uma imagem mais positiva de si mesmo, além de reduzir quadros de ansiedade, angústia e depressão;
  • Vídeo terapia: são atividades realizadas a partir de filmes para autoconfrontação e autoconhecimento, ajudando ainda a desenvolver mais empatia pela família e entes queridos;
  • Educação Física: exercícios recreativos bem direcionados por educadores físicos ajudam na liberação de endorfinas e neurotransmissores que ajudam a substituir o prazer que anteriormente as bebidas ocasionavam;
  • Arte terapia: atividades artísticas permitem que os pacientes abracem um novo hobby, além de conseguirem expressar melhor os sentimentos que não sabem como descrever de outra forma;
  • Labor terapia: são atividades que ajudam a resgatar a dignidade e podem até mesmo representar o aprendizado de um trabalho gerador de renda para o período pós-tratamento;
  • Dinâmicas de grupo: ajudam a desinibir, vencer a timidez e a se descobrir enquanto integrante de um grupo maior, o que é ideal para a reinserção na sociedade;
  • Espiritualidade ecumênica: são indicadas para os indivíduos que veem na fé uma saída para se recuperar de seus vícios e maus comportamentos.

Perceba que são muitos os profissionais envolvidos nessas e outras atividades recreativas para dependentes em álcool, os quais incluem médicos, psicoterapeutas, professores, assistentes sociais e outros tantos.

Essa é a metodologia na qual a Clínicas Prime pauta o seu trabalho e que tem ajudado milhares de pessoas a se recuperarem. Entre em contato e saiba mais sobre os tipos de internação oferecidos.

Leave a reply