Depoimentos de alcoólatras

Muitas pessoas passam anos lutando contra o alcoolismo. Embora esse tema tenha sido extremamente emocionalizado nas novelas, filmes e músicas, principalmente em nosso país, onde o consumo de bebida tem um apelo de marketing muito grande, as pessoas que realmente tiveram problemas com o álcool sabem como a luta contra o vício exige delas e de suas famílias. Quando temos contatos com depoimentos de alcoólatras que estão lutando ou já venceram a fase de recuperação e estão tendo uma vida normal apesar de todo o histórico traumático que deixa marcas para toda a vida, percebemos que a questão do alcoolismo é muito mais séria do que podemos imaginar e do que estamos prontos para lidar.

Nestes depoimentos de alcoólatras fica claro quantos sacrifícios são feitos pelo dependente e pela família para que o vício possa ser vencido. Veja algumas coisas que é necessário sacrificar:

Tempo

Conversando com qualquer pessoa que está enfrentando ou já passu pelo período mais duro da batalha contra as drogas você verá quantos sacrifícios de tempo ela e sua família tem feito. Primeiramente quando se trata de uma pessoa que estava em um grau de dependência muito grande ela precisa passar semanas em um período de desintoxicação, onde ela estará privada do convívio familiar e ficará internada.

Depois disso são horas e horas de exames, terapias individuais e em grupo, conversas em locais de apoio e tratamento da área espiritual. Sem um investimento de tempo na participação desse tipo de atividade a pessoa não conseguirá a força e o otimismo necessário para vencer o alcoolismo

Recursos financeiros

Esse é outro ponto que muitas vezes é difícil de ser aceito pelas pessoas. Isso porque existe uma cultura popular de que é possível vencer um problema complexo como o alcoolismo dentro de casa.

Não estamos negando a importância da família para a recuperação do paciente, jamais, porque um ambiente familiar que proporcione segurança e apoio incondicional ao dependente é condição sem a qual não é possível que a recuperação aconteça, mas existem aspectos que só serão tratados com ajuda profissional e as famílias passam anos sofrendo com dependentes que alternam entre bebedeiras e crises de abstinência, até chegar em um ponto onde o tratamento fica ainda mais difícil.

Por isso é muito importante que a família esteja disposta a investir recursos em um bom tratamento para o dependente, que siga um plano estratégico e garanta a recuperação da forma mais rápida possível.

Nesses locais é possível encontrar uma estrutura adequada, seja para internação voluntária, involuntária ou compulsória. A estrutura conta com dormitórios, para atender as necessidades de internação integral, com um programa de recuperação claro com etapas que serão cumpridas e os resultados que serão alcançados em cada uma delas

Além disso haverá equipes inteiras disponíveis não só para ouvir mas como fazer os exames rotineiros, cuidar da alimentação do paciente e proporcionar experiências de recreação, convívio com outros internos e apoio espiritual, que é outra ferramenta de recuperação indispensável ao dependente químico e sua família.

Sacrifícios familiares

Além disso, existem diversos sacrifícios que são feitos pelos familiares dos alcoólatras. Quando ouvimos depoimentos de alcoólatras podemos ver o quanto cada família sofre, pois estamos falando de irmãos, mães, parentes e amigos que sofrem junto com aquela pessoa, sempre na esperança de que tudo voltará a ser como era antes.

Em nossos espaços contamos com apoio multiprofissional para ajudar familiares que muitas vezes acabam entrando em depressão, ansiedade e outros problemas por acompanharem bem de perto a dura jornada de um ente querido que luta contra a bebida. Esses familiares precisam de ajuda porque muitos deles acabam também se tornando dependentes químicos por simplesmente não aguentarem mais aquela situação.

Por esses e outros motivos que vale a pena fazer um sacrifício. É triste ver situações e famílias que desistiram de lutar contra a dependência de um dos seus membros. Histórias de homens e mulheres que foram largados na rua porque a família não sabia mais o que fazer. É muito importante que o alcoolismo seja diagnosticado precocemente, ou seja, logo no início do problema. Procure um de nossas clínicas de recuperação, pois contamos com equipes prontas para ouvir o seu caso e conduzir da melhor forma o tratamento para devolver a vida ao ritmo normal.

Leave a reply