Quais são as causas do alcoolismo?

Atualmente, pelos menos 3,3 milhões de pessoas vêm a óbito todos os anos devido à dependência por bebidas alcoólicas no Brasil. Sabemos como as consequências desse mal são graves. Mas você sabe quais são as causas do alcoolismo?

Os esforços para conscientizar a população sobre o quanto a alcoolismo é perigoso são menores do que deveriam. Aliás, práticas educativas e preventivas têm sido menosprezadas ao invés de receberem mais incentivo governamental.

Precisamos desenvolver o discernimento coletivo sobre essa doença. Ainda mais diante dos dados que indicam que o nosso país tem uma média de consumo de bebidas alcoólicas muito superior à média mundial.

O primeiro passo rumo à lucidez é a informação. E é justamente esse o principal objetivo desta publicação. Confira mais a respeito de quais são as causas do alcoolismo logo a seguir.

O que é o alcoolismo?

Antes de qualquer coisa, vamos definir o conceito de alcoolismo. De acordo com os especialistas do renomado Hospital Israelita Albert Einstein, o alcoolismo é uma doença caracterizada pela incessante vontade de consumir bebidas com elevado grau etílico.

Essa é uma enfermidade complexa, que envolve fatores fisiológicos e mentais. Pouco a pouco, o indivíduo afetado desenvolve tolerância ao álcool e ingere doses altíssimas para obter os efeitos que outrora conseguia com quantidades menores da substância.

Os resultados dessa verdadeira intoxicação são variáveis. Contudo, eles geralmente envolvem problemas de saúde, mudanças comportamentais e Síndrome de Abstinência Alcoólica.

 

Quais as principais causas do alcoolismo?

Conhecer as origens da enfermidade, ou seja, quais são as causas do alcoolismo, mostra-se como um dos procedimentos mais importantes para determinar o diagnóstico e o tratamento dos pacientes nessa condição. Confira algumas delas:

  • Gatilhos emocionais como frustrações nos mais diversos âmbitos da vida (amoroso, profissional, familiar, etc);
  • Angústia, falta de autoestima e insegurança;
  • Fatores genéticos, ou seja, histórico familiar de consumo de bebidas alcoólicas;
  • Timidez e vontade de socializar com menos inibição;
  • Fatores socioculturais do nosso país, que associa os efeitos da embriaguez ao lazer, à diversão e ao prazer;
  • Fácil acesso à bebidas e estímulo ao consumo aumentado pela publicidade;
  • Vulnerabilidade socioeconômica provocada pela desigualdade social, que leva ao consumo de drinks populares mais fortes e nocivos, como a cachaça por exemplo.

E esses são somente alguns entre outros tantos motivos que têm feito as pessoas começarem a beber cada vez mais jovens. O alcoolismo afeta desde a juventude até mesmo a terceira idade.

Como parar de beber?

O alcoolismo não tem cura. Todavia, existem meios de controlá-lo. O mais efetivo de todos é a abordagem multidisciplinar de comunidades terapêuticas, as quais reúnem diversos profissionais de variadas áreas para elaborar um planejamento personalizado às necessidades de cada paciente.

A internação permite que as etapas do tratamento sejam supervisionadas de perto, incluindo a fase de desintoxicação física, as terapias psicossociais, as atividades de reabilitação e a manutenção da sobriedade.

Caso você ou alguém próximo apresente sintomas de alcoolismo e precise de ajuda, entre em contato com a equipe da Clínica Reconduzir, que é referência no segmento de reabilitação de dependentes químicos e alcoólatras.

Leave a reply