Tratamento para alcoólatras

Todos já sabem como o alcoolismo pode ser prejudicial. Com certeza você que está lendo este artigo conhece pelo menos uma pessoa que tem ou está enfrentando problemas com a bebida, inclusive esse é o motivo de você estar lendo esse artigo, correto? O que poucas pessoas sabem é que, apesar de ser um tema que tanta gente já conhece, o alcoolismo não é uma questão simples de resolver. Falar sobre tratamento para alcoólatras, portanto, é falar e uma questão que atinge milhões de famílias mas que pouca gente conhece a fundo.

É um drama que muitos vivem mas que ainda precisa ser melhor compreendido para que as pessoas que enfrentam problemas com a bebida não sejam marginalizadas e julgadas. Por isso vamos falar um pouco sobre questões relacionadas a esse tema, esclarecendo alguns mitos e verdades que as pessoas falam e pensam sobre o alcoolismo.

O alcoolismo não é uma doença!

Esse provavelmente é o maior mito sobre essa questão. Como já falamos, o brasileiro de forma geral não conhece muito sobre esse tema e por isso somos levados a pensar que o alcoolismo é um problema muito mais de falta de caráter do que uma saúde comprometida. E se dissermos a você que o alcoolismo em sim não é apenas uma doença, mas também a consequência e causa de outras enfermidades?

Nós conhecemos uma série de pessoas que bebe de forma normal há muito muito tempo e isso não interfere em nada na qualidade de vida dela, por isso quando vemos alguém com problemas relacionados ao álcool já pensamos que a culpa é daquela pessoa. Esse é um grande engano! O alcoolismo é uma doença e como tal precisa de tratamento.

Se alguém na minha família teve problemas com álcool isso significa que eu também posso ter?

Sim, isso é possível, assim como em diversas outras doenças. Se você tem na sua família um longo histórico de pessoas que eram alcoólatras isso é um sinal amarelo que deve chamar a sua atenção, principalmente se você for mais jovem. Muitas vezes o melhor tratamento é a prevenção. Procure se conhecer melhor antes de começar a beber sabendo que pessoas da sua linha genealógica sofreram com esse mesmo problema.

Entretanto esse não é o único motivo que leva as pessoas ao alcoolismo. Uma série de outros fatores pode ser associada como predisposição genética, problemas emocionais, questões hormonais, psicológicas e outros pontos que, somadas à questão falada anteriormente podem levar ao alcoolismo.

Como lidar com o temperamento de uma pessoa alcoólatra?

Muitas pessoas têm dificuldade quando se fala do tratamento para alcoólatras porque não sabem como lidar com o temperamento de uma pessoa que enfrenta o alcoolismo. Isso porque o humor de um dependente costuma mudar muito, principalmente em períodos de abstinência, que é quando está sem beber.

Dependendo do nível de dependência da pessoa, os períodos de abstinência põem ser terríveis para o próprio alcoólatra e para as pessoas ao seu redor. Quem lida de forma profissional com essas questões conhece histórias impressionantes sobre como as pessoas simplesmente perdem a racionalidade e se tornam um perigo para si mesmas e para outras pessoas. Nesses momentos é que se torna fundamental a internação em uma clínica de recuperação.

Procurando ajuda: porque é tão importante o tratamento em uma clínica de recuperação?

Chega um estágio da dependência em que as formas mais sutis de tratamento para alcoólatras podem não mais surtir efeito. Uma família preocupada e que já não aguenta mais os acessos de agressividade de um dependente químico encontra nas clínicas de recuperação uma opção para levar o paciente até uma condição em que ele possa se ajudar.

Esses espaços estão preparados para acolher o dependente, atuar na desintoxicação, período muito difícil mas extremamente necessário para a recuperação nos casos mais graves e plano de recuperação que abrange desde a área médica, passando pelo acompanhamento mental por meio de profissionais da área psicológico-terapêutica.

Além disso, esses espaços contam com uma estrutura que permite a internação em tempo integral, com equipes sempre disponíveis a cuidar do paciente. Nos planos de recuperação outras diversas atividades são incluídas para garantir uma recuperação rápida e segura, dando mais segurança à família de que aquela pessoa pode voltar à sua rotina normal ao final do tratamento.

Leave a reply